Diário, parte catorze

Aflige-me ver, na praia, a maioria das pessoas com imprensa cor-de-rosa nas mãos. Aflige-me, esta é a palavra. Porque, afinal, o problema não reside no facto de não gostarem de ler, da leitura ser algo que não serve para preencher o ócio. Aflige-me, enquanto leitora ávida, desesperar pelo tempo que teima em não se prolongar de forma a conseguir ler tudo o que pretendo e observar quem consiga, da forma mais bizarra possível, desperdiçar os seus minutos em torno de algo que não acrescenta nada.

1 comentário: