Da vida na aldeia, parte cinquenta e quatro

Cabo Carvoeiro.


O desejo da luz produz luz.
É realmente a luz que se deseja
quando qualquer outro móbil está ausente.
Embora os esforços de atenção
fossem durante anos aparentemente estéreis,
um dia, uma luz exactamente proporcional
a esses esforços
inundará a alma.
Cada esforço acrescentará um pouco mais de ouro
a um tesouro que nada no mundo pode roubar.

Simone Weil 

Sem comentários:

Enviar um comentário