Da vida na aldeia, parte sessenta e três

Vila Nova de Foz Côa.


Há algo de mágico e sobrenatural na paisagem dos montes, que enfeitiça a mente e os sentidos. Esquecemo-nos de tudo, esquecemo-nos do nosso próprio ser, deixamos de saber onde estamos.


in La Nouvelle Héloïse de Jean-Jacques Rosseau. 

Sem comentários:

Enviar um comentário